Como escolher um servidor corporativo?

Como escolher um servidor corporativo?
Como escolher um servidor corporativo?

Compreendendo os servidores corporativos

Um Servidor Corporativo é um sistema de computador central projetado para atender às necessidades multifacetadas de uma empresa, em vez de um usuário individual, departamento ou aplicativo especializado. O termo historicamente se referia a computadores do tamanho de mainframes, mas à medida que a tecnologia evoluiu, máquinas menores capazes de gerenciar os mesmos ativos de software de classe empresarial também foram designadas como Enterprise Servers.

Um Enterprise Server compreende o hardware do computador e o software principal – geralmente um sistema operacional – que permite aos usuários monitorar e configurar o sistema. Esses servidores desempenham um papel crucial no gerenciamento, armazenamento e comunicação de grandes quantidades de dados em uma rede, tornando-os uma parte essencial da infraestrutura de TI de qualquer organização.

O Importância de servidores corporativos para pequenas empresas

Embora o termo “Servidor Corporativo” possa sugerir uma escala além do escopo das pequenas empresas, a realidade está longe disso. As pequenas empresas, assim como suas contrapartes maiores, dependem de gerenciamento eficiente de dados, comunicação e segurança – funções que um Enterprise Server pode agilizar. Ao facilitar operações críticas, como backup de dados, acesso remoto e ambientes de trabalho colaborativos, esses servidores atuam como espinha dorsal para empresas de todos os tamanhos. Assim, investir em um Enterprise Server é um movimento estratégico em direção à estabilidade e ao crescimento das pequenas empresas.

Avaliando os requisitos do seu servidor

Antes de mergulhar no mundo dos servidores corporativos, é crucial avaliar os requisitos de servidor da sua empresa. Entenda suas necessidades de dados atuais e futuras, a complexidade de seus aplicativos e o nível de tráfego que seu servidor precisará suportar. Tenha em mente a escala de suas operações e a confiabilidade e velocidade que suas operações comerciais exigem.

Avaliando os requisitos do seu servidor
Avaliando os requisitos do seu servidor

Determinando as necessidades de servidor da sua empresa

Identificar as necessidades de servidores da sua empresa é o ponto crucial do processo de seleção de servidores corporativos. Isso inclui compreender o número de usuários que o servidor suportará, os tipos de tarefas que ele executará e a magnitude dos dados que processará e armazenará. O seu servidor servirá predominantemente como servidor de arquivos, servidor de e-mail ou servidor web? Responder a essas perguntas ajudará a restringir as opções.

Identificando o tipo de servidor corporativo que você precisa

Depois de estabelecer as necessidades do seu servidor, você poderá identificar o tipo de servidor corporativo que melhor se adapta ao seu negócio. Por exemplo, um servidor em rack pode ser adequado para empresas com espaço físico limitado, mas com altos requisitos de processamento; um servidor blade pode ser uma excelente opção para empresas com uso intenso de dados e que exigem computação de alta densidade; e um servidor em torre pode ser ideal para pequenas empresas com espaço para expansão.

Considerações críticas para escolher o tipo de servidor correto

A escolha do tipo de servidor correto envolve diversas considerações críticas. Esses incluem:

  • Desempenho: Seu servidor deve ser capaz de executar seus aplicativos de maneira suave e eficiente.
  • Escalabilidade: À medida que sua empresa cresce, seu servidor deve ser capaz de escalar de acordo.
  • Confiabilidade: O tempo de inatividade pode custar caro, então escolha um servidor conhecido por sua confiabilidade.
  • Segurança: Na era das ameaças cibernéticas, é fundamental garantir que seu servidor tenha recursos de segurança robustos.
  • Custo: Por último, considere seu orçamento. Embora o investimento inicial possa ser elevado, o servidor certo pode proporcionar retornos substanciais a longo prazo.

Esses fatores contribuem coletivamente para a seleção de um servidor corporativo que melhor atenda às suas necessidades de negócios.

Explorando diferentes opções de servidor

Servidores para pequenas empresas

Os servidores para pequenas empresas são projetados para lidar com uma ampla gama de tarefas para empresas com menos recursos. Esses servidores geralmente vêm com pacotes de software pré-instalados, facilitando a configuração e o gerenciamento para equipes pequenas. Eles podem lidar com tarefas como compartilhamento de arquivos e impressões, serviços de e-mail e calendário e backups de dados básicos.

Servidores de data center

Os servidores de data center são projetados para empresas que precisam lidar com grandes quantidades de dados e sites de alto tráfego. Esses servidores vêm com processadores poderosos, alta capacidade de RAM e amplas opções de armazenamento para garantir o bom funcionamento de aplicativos complexos. Eles fornecem a força necessária para executar e manter grandes aplicativos corporativos, bancos de dados e sites de alto tráfego.

Servidores de armazenamento conectado à rede (NAS)

Servidores de armazenamento conectado à rede (NAS) são dispositivos especializados conectados a uma rede que fornecem apenas uma tarefa: servir e armazenar dados. Os servidores NAS são econômicos e fáceis de gerenciar, tornando-os ideais para pequenas e médias empresas que necessitam de armazenamento central e backup de arquivos. Eles fornecem um método conveniente para compartilhar arquivos entre usuários da rede e podem oferecer recursos avançados como streaming de mídia e acesso remoto.

Ao explorar essas opções de servidor, você pode determinar qual tipo se adapta melhor ao seu negócio com base em suas necessidades específicas. Cada tipo de servidor tem suas vantagens e desvantagens potenciais, portanto, considere cuidadosamente seus requisitos antes de tomar uma decisão.

Encontrando o melhor servidor empresarial para o seu negócio

Avaliando o desempenho e a escalabilidade do servidor

Ao escolher o melhor servidor corporativo para o seu negócio, um dos primeiros fatores a considerar é o desempenho e a escalabilidade do servidor. O servidor que você selecionar deve ser capaz de lidar com sua carga de trabalho atual e ter capacidade de escalar à medida que seu negócio cresce. Métricas de desempenho, como velocidade de processamento, memória e capacidade de armazenamento, devem atender ou exceder os requisitos do seu aplicativo. Além disso, o servidor deve ter arquitetura que permita a expansão desses recursos conforme necessário.

Considerando a confiabilidade e redundância do servidor

A confiabilidade e a redundância são fatores cruciais para manter a operação contínua do servidor. A confiabilidade de um servidor corporativo é frequentemente indicada pela porcentagem de tempo de atividade – quanto maior a porcentagem, mais confiável é o servidor. A redundância, por outro lado, refere-se à capacidade do servidor de continuar funcionando no caso de falha de um componente. Isto normalmente é conseguido através da implementação de componentes de hardware duplicados. Ao avaliar servidores, procure recursos como configurações RAID para proteção de dados, fontes de alimentação redundantes e componentes de hardware com troca a quente.

Compreendendo as opções de manutenção e suporte do servidor

Por último, é fundamental compreender as opções de manutenção e suporte fornecidas pelo fabricante do servidor. Idealmente, o servidor corporativo selecionado deve vir com serviços de suporte abrangentes, incluindo atualizações regulares de software e segurança, manutenção de hardware, suporte técnico e serviços de solução de problemas. Esses serviços podem ajudar a garantir que seu servidor funcione de maneira ideal e possa ser restaurado rapidamente em caso de falha. É crucial compreender os termos do contrato de suporte, incluindo quais serviços são cobertos, o horário de suporte e o tempo de resposta para resolver problemas. Isso o ajudará a manter um ambiente de servidor robusto e eficiente para o seu negócio.

Escolhendo o servidor corporativo certo

Selecionar um servidor empresarial que se alinhe às necessidades da sua empresa não é uma decisão a ser tomada levianamente. Requer uma compreensão completa dos recursos e especificações do servidor, um orçamento claro e uma abordagem com visão de futuro para atualizações futuras.

Escolhendo o servidor corporativo certo
Escolhendo o servidor corporativo certo

Comparando recursos e especificações do servidor

Ao examinar os recursos e especificações de um servidor em potencial, considere as necessidades exclusivas da sua empresa. Isso inclui fatores como poder de processamento do servidor, capacidade de armazenamento e opções de conectividade de rede. Avalie a capacidade do servidor de lidar com sua carga de trabalho atual e antecipe o crescimento futuro. Além disso, examine minuciosamente os recursos de segurança do servidor, pois é fundamental proteger seus dados e operações contra ameaças cibernéticas.

Orçamento para seu servidor corporativo

O orçamento de um servidor corporativo envolve mais do que apenas o custo inicial de compra. Outros custos a serem considerados incluem manutenção, atualizações, uso de energia e o custo potencial de tempo de inatividade devido a falhas no servidor. Você precisa pesar esses custos em relação aos benefícios que o servidor trará para suas operações comerciais.

Fatores a serem considerados para futuras atualizações de servidor

O planejamento de futuras atualizações de servidor é vital para garantir que seu servidor acompanhe o crescimento do seu negócio. Considere fatores como escalabilidade – os recursos do servidor podem ser facilmente expandidos? Além disso, considere a compatibilidade do servidor com tecnologias emergentes. Ao planejar com antecedência e escolher um servidor que possa se adaptar às suas necessidades futuras, você pode maximizar seu investimento e garantir que seu servidor corporativo continue a oferecer suporte eficaz aos seus negócios.

Perguntas e respostas sobre como selecionar um servidor corporativo

P: Como escolho um servidor corporativo?

R: A escolha de um servidor corporativo envolve a avaliação das necessidades do seu negócio e a consideração de fatores como carga de trabalho, requisitos de armazenamento, escalabilidade e orçamento. É importante compreender os diferentes tipos de servidores disponíveis, como servidores de rack, servidores blade e servidores em torre e determine qual tipo melhor atende às suas necessidades específicas. Além disso, você também deve considerar os componentes de hardware, como CPU, RAM, discos rígidos e recursos de rede, e garantir que eles estejam alinhados com as tarefas que sua empresa precisa realizar.

P: O que devo considerar ao escolher um servidor para minha pequena empresa?

R: Ao escolher um servidor para uma pequena empresa, é importante considerar fatores como o número de funcionários, o tipo de aplicativos ou tarefas que sua empresa precisa executar e o orçamento disponível. Avaliar os requisitos de armazenamento, a escalabilidade e o nível de redundância necessário também é crucial. Além disso, deve-se levar em consideração o possível crescimento futuro do negócio e a necessidade de virtualização ou gerenciamento de banco de dados no local. É aconselhável consultar profissionais que possam ajudá-lo a escolher o servidor mais adequado para a sua pequena empresa.

P: Qual é a diferença entre um servidor em rack e um servidor em torre?

R: Um servidor em rack é projetado para ser montado em um rack ou gabinete de servidor, tornando-o eficiente em termos de espaço e adequado para Centro de dados ambientes. Ele permite fácil implantação e gerenciamento de vários servidores em um espaço compacto. Por outro lado, um servidor em torre tem o formato semelhante a uma torre de computador desktop. É mais adequado para pequenas empresas ou ambientes de escritório onde o espaço não é uma restrição. Os servidores em torre costumam ser mais fáceis de configurar e atualizar do que os servidores em rack.

P: O que é um servidor blade e quando devo considerar usá-lo?

R: Um servidor blade é um servidor altamente escalável e modular projetado para caber em um chassi blade. Vários servidores blade podem ser alojados em um único chassi, permitindo o uso eficiente de espaço e recursos. Os servidores blade são particularmente benéficos para organizações com necessidades de computação de alta densidade, onde é necessário um grande número de servidores em um espaço físico limitado. No entanto, podem exigir um investimento inicial mais elevado e infraestruturas especializadas.

P: Qual é a importância dos componentes de hardware redundantes em um servidor corporativo?

R: Componentes de hardware redundantes em um servidor corporativo, como fontes de alimentação, ventiladores e interfaces de rede, são essenciais para garantir alta disponibilidade e minimizar o risco de tempo de inatividade. A redundância fornece recursos de backup que podem assumir o controle em caso de falha de componentes, mantendo assim a operação ininterrupta. Os componentes redundantes são particularmente críticos em ambientes de missão crítica, onde qualquer interrupção pode resultar em perdas financeiras significativas ou impactar as operações comerciais.

P: Qual é o papel da virtualização em servidores corporativos?

R: A virtualização permite a criação de múltiplas máquinas virtuais (VMs) em um único servidor físico. Esta tecnologia permite uma melhor utilização dos recursos do servidor, reduz os custos de hardware e simplifica o gerenciamento do servidor. Ao consolidar vários servidores em um ambiente virtual, as empresas podem obter maior eficiência, maior escalabilidade e recuperação de desastres mais fácil. A virtualização também facilita a separação de diferentes aplicações e serviços, garantindo ambientes isolados e maior segurança.

P: Como determino os requisitos de armazenamento do meu servidor corporativo?

R: Determinar os requisitos de armazenamento para um servidor corporativo envolve considerar fatores como a quantidade de dados gerados e processados pela sua empresa, a taxa de crescimento dos dados e o tipo de dados armazenados (por exemplo, arquivos, bancos de dados). Você também deve avaliar se as políticas de retenção de dados ou regulamentos de conformidade exigem armazenamento de longo prazo. É aconselhável consultar profissionais de TI que possam ajudar a avaliar suas necessidades de armazenamento e recomendar soluções adequadas, incluindo o uso de tecnologias como RAID (Redundant Array of Independent Disks) para melhorar a redundância de dados e proteção contra perda de dados.

P: Qual é a função da RAM em um servidor corporativo?

R: A RAM (memória de acesso aleatório) desempenha um papel crucial no desempenho de um servidor corporativo. Serve como armazenamento temporário de dados e instruções que a CPU (Unidade Central de Processamento) precisa para acessar rapidamente. RAM suficiente permite que o servidor lide com eficiência com vários processos simultaneamente e reduz a dependência de dispositivos de armazenamento mais lentos, como discos rígidos. A quantidade de RAM necessária depende da carga de trabalho e dos aplicativos em execução no servidor, com maior quantidade de RAM normalmente resultando em melhor desempenho e capacidade de resposta.

P: Como escolho o sistema operacional correto para meu servidor corporativo?

R: Selecionar o sistema operacional correto para o seu servidor corporativo é fundamental para garantir desempenho e segurança ideais. Os fatores a serem considerados incluem compatibilidade com seus aplicativos de software existentes, recursos de segurança, custo, facilidade de uso e nível de suporte técnico disponível. Distribuições do Windows Server Linux, como CentOS, Ubuntu e Red Hat Enterprise Linux, são escolhas populares. É recomendável realizar uma avaliação completa da carga de trabalho do seu servidor, das necessidades dos seus aplicativos e dos requisitos do seu negócio. Além disso, consultar profissionais de TI ou prestadores de serviços pode oferecer informações valiosas para informar o seu processo de tomada de decisão.

Referências

  1. Anderson, C. (2018). Enterprise Server: definição, recursos e custos. Computação XYZ. Obtido em https://xyzcomputing.com/enterprise-server-definition-features-costs/
  2. Smith, J. (2017). Como escolher o servidor corporativo certo. TechOPedia. Obtido em https://techopedia.com/how-to-choose-enterprise-server
  3. Johnson, B. (2020). Planejando futuras atualizações de servidor. Hardware do servidor diariamente. Obtido em https://serverhardwaredaily.com/planning-future-server-upgrades
  4. Guia para segurança de servidores corporativos. (2019). Jornal de segurança cibernética. Obtido em https://cybersecurityjournal.com/guide-enterprise-server-security
  5. Thompson, R. (2016). Compreendendo o custo real do seu servidor corporativo. Tempos de tecnologia da Web. Obtido em https://webtechtimes.com/real-cost-enterprise-server
Facebook
Twitter
Reddit
LinkedIn
Produtos da AscentOptics
Publicado recentemente
Entre em contato com a AscentOptics
Demonstração do formulário de contato
Role para cima