Noções básicas sobre padrões, tipos e níveis de energia Power over Ethernet (PoE): um guia abrangente

Noções básicas sobre padrões, tipos e níveis de energia Power over Ethernet (PoE): um guia abrangente
padrões poe

Alimentação pela Ethernet (PoE) revolucionou o mundo das redes ao fornecer energia e transferência de dados através de um único cabo Ethernet. A tecnologia PoE simplifica o processo de instalação de dispositivos de rede, como câmeras IP, telefones VoIP e pontos de acesso sem fio, eliminando a necessidade de fontes de alimentação e cabos separados. Compreender os padrões, tipos e níveis de potência PoE é essencial para administradores de rede que desejam otimizar seus sistemas e garantir a compatibilidade entre dispositivos. Este guia completo orientará você sobre tudo o que você precisa saber sobre PoE, ajudando você a tomar decisões informadas sobre sua infraestrutura de rede.

O que é Power over Ethernet (PoE)?

Padrões Power over Ethernet (PoE),
Padrões Power over Ethernet (PoE),
fonte das imagens:https://en.wikipedia.org/wiki/Power_over_Ethernet

Definição de PoE

Power over Ethernet (PoE) é uma tecnologia que permite que cabos de rede transportem energia elétrica através de uma conexão de dados existente. PoE permite que um único cabo forneça conexão de dados e energia elétrica para dispositivos como pontos de acesso sem fio, câmeras IP e telefones VoIP. Isto elimina a necessidade de conexões separadas de alimentação e dados, simplificando a instalação e reduzindo a confusão de cabos. A tecnologia é especialmente útil para alimentar dispositivos em locais de difícil acesso, combinando as vantagens de flexibilidade, segurança e confiabilidade.

História e evolução do PoE

O conceito de Power over Ethernet (PoE) originou-se no final da década de 1990 para oferecer suporte aos sistemas de telefonia Voz sobre IP (VoIP) emergentes. As iterações iniciais do PoE eram soluções proprietárias que não atendiam a nenhuma especificação padronizada. Reconhecendo a necessidade de uma abordagem unificada, o Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos (IEEE) introduziu o primeiro padrão PoE oficial, IEEE 802.3af, em 2003. Esse padrão fornecia até 15,4 W de energia CC para cada dispositivo. No entanto, à medida que a tecnologia avançava e os dispositivos exigiam mais energia, o IEEE lançou um padrão atualizado, IEEE 802.3at, conhecido como PoE+, em 2009. PoE+ oferecia uma fonte de alimentação máxima de 30W, acomodando uma gama mais ampla de dispositivos. O padrão mais recente, IEEE 802.3bt, foi ratificado em 2018, suportando níveis de potência de até 60 W e 100 W e marcando a evolução da tecnologia PoE para atender dispositivos cada vez mais exigentes em energia.

Importância do PoE nas redes modernas

Na era digital de hoje, a importância do Power over Ethernet (PoE) nas redes modernas não pode ser exagerada. Seu principal benefício reside na capacidade de alimentar dispositivos através de cabos de rede, o que simplifica drasticamente o processo de configuração de dispositivos em rede e elimina a necessidade de fontes de alimentação separadas. Isto é particularmente vantajoso em instalações complexas, como sistemas de segurança ou instalações de grande escala. redes sem fio onde vários dispositivos precisam ser alimentados simultaneamente. Além disso, o PoE apoia a tendência crescente da IoT (Internet das Coisas), onde dispositivos, desde sensores a eletrodomésticos inteligentes, requerem uma ligação de rede e uma fonte de energia. Ao oferecer uma solução unificada que atende a essas duas necessidades, o PoE continua a ser parte integrante da infraestrutura de rede moderna.

Como funciona o PoE?

Como funciona o PoE?
Como funciona o PoE?
fonte das imagens: https://www.black-box.eu/

Power over Ethernet (PoE) funciona mesclando energia e dados em um cabo Ethernet. O dispositivo receptor, como um telefone IP ou um ponto de acesso sem fio, recebe energia de duas maneiras: diretamente da linha de dados ou por meio de uma linha sobressalente no cabo. No primeiro, o dispositivo utiliza um modo comum de dados e energia e, no segundo, a energia e os dados são enviados em fios separados. Em ambos os casos, é utilizada a técnica chamada “phantom power”, onde a energia é enviada na mesma linha, mas em frequência diferente da dos dados, garantindo que não interfiram entre si. Este arranjo conveniente elimina a necessidade de um cabo de alimentação separado, simplificando a instalação e permitindo que os dispositivos sejam colocados em locais onde as tomadas elétricas podem não estar prontamente disponíveis.

Benefícios de usar PoE

  1. Simplicidade: PoE elimina a necessidade de cabos de alimentação e de rede separados, simplificando o processo de conexão de dispositivos. Isto não só facilita o processo de instalação, mas também reduz a confusão causada por vários cabos.
  2. Custo-beneficio: Ao combinar energia e dados em um único cabo Ethernet, o PoE pode reduzir significativamente o custo de instalação de linhas de energia ou tomadas elétricas adicionais, tornando-o uma solução econômica para redes.
  3. Flexibilidade: Com PoE, os dispositivos podem ser instalados em locais sem tomadas elétricas próximas, oferecendo maior flexibilidade no posicionamento dos dispositivos. Isto é particularmente útil para dispositivos como câmaras de segurança ou pontos de acesso Wi-Fi, que podem ser colocados para uma eficácia ideal em vez de serem restringidos pela disponibilidade de energia.
  4. Segurança: PoE foi projetado para proteger equipamentos de rede contra sobrecarga, falta de potência ou instalação incorreta. Isso o torna uma opção segura para alimentar dispositivos.
  5. Escalabilidade: PoE apoia o crescimento e a expansão das redes. À medida que dispositivos adicionais são adicionados, eles podem ser facilmente alimentados e ligados em rede através de PoE. Isso o torna uma solução escalonável que pode crescer de acordo com as necessidades de uma organização.

Tipos de PoE

Tipos de PoE
Tipos de PoE
fonte das imagens: https://www.monitorking.com/

IEEE 802.3af (PoE)

O IEEE 802.3af, comumente conhecido como PoE, é o padrão que define Power over Ethernet. Este padrão permite que energia elétrica de até 15,4 W seja transmitida juntamente com dados em cabos Ethernet, suportando dispositivos com requisitos de energia relativamente baixos. No entanto, após contabilizar a dissipação de energia, a potência real disponível na extremidade do dispositivo é de cerca de 12,95W. É amplamente aplicado em equipamentos de rede, como telefones IP, pontos de acesso sem fio e câmeras de segurança. A conveniência e a relação custo-benefício do padrão IEEE 802.3af contribuíram significativamente para a sua popularidade em vários setores.

IEEE 802.3at (PoE+)

O IEEE 802.3at, também conhecido como PoE+, é uma melhoria em relação ao padrão 802.3af. Ele carrega uma potência máxima de 30W, com 25,5W disponíveis na extremidade do dispositivo. Essa maior capacidade permite que o PoE+ alimente dispositivos mais exigentes, como câmeras IP avançadas com mecanismos de aquecimento ou resfriamento, pontos de acesso sem fio de rádio duplo e telefones IP com mais recursos.

IEEE 802.3bt (PoE++)

Indo um passo além, o IEEE 802.3bt, ou PoE++, amplia os recursos de energia para até 100 W (71 W na extremidade do dispositivo) utilizando todos os quatro pares de cabeamento Ethernet. Isto permite que a rede alimente dispositivos altamente exigentes, como câmeras PTZ, iluminação LED ou displays de sinalização digital.

PoE passivo

O PoE passivo, ao contrário dos padrões IEEE, não negocia entre o equipamento de fonte de energia e o dispositivo alimentado, fornecendo em vez disso constantemente uma tensão fixa. Isso pode chegar até 60W, mas é preciso ter cuidado, pois a falta de negociação pode causar danos ao equipamento caso sejam conectados dispositivos incompatíveis.

Comparando diferentes tipos de PoE

Ao comparar diferentes tipos de Power over Ethernet (PoE), vários fatores importantes vêm à tona. Começando com IEEE 802.3af (PoE), é a forma mais básica e fornece até 15,4 W de potência, adequada para dispositivos de baixo consumo de energia. Por outro lado, o IEEE 802.3at (PoE+) proporciona uma atualização substancial com uma potência máxima de 30W, permitindo-lhe suportar dispositivos avançados com necessidades de energia mais exigentes. O padrão IEEE 802.3bt (PoE++) vai além, fornecendo até 100 W de potência, capaz de alimentar equipamentos altamente exigentes. Por último, o PoE Passivo é diferente em sua abordagem, oferecendo até 60W de alimentação de tensão fixa não negociada. Contudo, é preciso ter cautela para evitar possíveis danos ao equipamento devido à falta de negociação de tensão. Portanto, a escolha entre estes tipos de PoE depende em grande parte dos requisitos de energia dos dispositivos em uso, juntamente com considerações de segurança e potencial para atualizações futuras.

Compreendendo os padrões PoE

Diferenças entre os padrões PoE

As principais diferenças entre os padrões PoE residem na capacidade de fornecimento de energia e na interação com os dispositivos conectados. IEEE 802.3af, ou PoE, é o padrão mais básico, fornecendo até 15,4 W de potência, adequado para dispositivos de baixo consumo de energia, como telefones VoIP e câmeras IP básicas. IEEE 802.3at, ou PoE+, oferece uma potência de saída superior de até 30 W, tornando-o adequado para dispositivos mais avançados, como sistemas de controle de acesso ou câmeras IP avançadas. O mais recente IEEE 802.3bt, ou PoE++, vai ainda mais longe, fornecendo até 100W, o que atende a equipamentos de alta demanda, como câmeras PTZ ou displays de sinalização digital. Por outro lado, o PoE Passivo fornece alimentação de tensão fixa de até 60W e não negocia entrega de energia, o que exige um manuseio cuidadoso para evitar danos ao equipamento.

Níveis de potência e potência em diferentes padrões PoE

Quando se trata de níveis de potência e potência, cada padrão PoE possui uma classificação distinta. O IEEE 802.3af (PoE) pode fornecer até 15,4 W por porta, mas a potência disponível para o dispositivo é de 12,95 W após a dissipação de energia. O IEEE 802.3at (PoE+) pode fornecer no máximo 30W por porta, com 25,5W disponíveis para o dispositivo. O padrão IEEE 802.3bt (PoE++) oferece até 60W ou 100W por porta dependendo do tipo (Tipo 3 e Tipo 4 respectivamente). Para PoE Passivo, não há potência padrão, pois oferece uma fonte de alimentação fixa não negociada de até 60W. Tenha em mente os requisitos de energia dos seus dispositivos e planeje sempre um pouco mais para garantir um bom funcionamento e compensar futuras atualizações.

Implementação e compatibilidade de padrões PoE

A implementação de padrões Power over Ethernet (PoE) envolve uma consideração cuidadosa da compatibilidade entre o equipamento de fonte de energia (PSE) e os dispositivos alimentados (PDs). Em primeiro lugar, os PSE, tais como switches ou injetores Ethernet, devem ser capazes de fornecer os níveis de potência necessários de acordo com o respetivo padrão PoE (IEEE 802.3af, 802.3at, 802.3bt ou PoE Passivo). Em segundo lugar, os PDs, incluindo câmaras IP, sistemas de controlo de acesso ou ecrãs de sinalização digital, devem ser capazes de receber e operar eficazmente com a energia fornecida pelo PSE.

Uma característica fundamental dos padrões IEEE PoE é sua compatibilidade com versões anteriores. Por exemplo, um PSE compatível com IEEE 802.3at (PoE+) pode fornecer energia para PDs IEEE 802.3af (PoE) e 802.3at (PoE+). Da mesma forma, um PSE 802.3bt (PoE++) pode alimentar dispositivos 802.3af, 802.3at e 802.3bt. No entanto, um dispositivo operando em um padrão PoE mais elevado não receberá os benefícios adicionais de energia quando conectado a um PSE de padrão inferior.

Ao contrário, o PoE passivo não suporta essa negociação automática de energia e requer tensão correspondente entre PSE e PD. É necessário um planejamento cuidadoso para evitar danos ao equipamento devido a níveis de potência incompatíveis na implementação do PoE passivo. Lembre-se: compreender os requisitos de energia dos seus dispositivos e escolher o padrão PoE certo garante uma infraestrutura de rede eficiente, compatível e segura.

Tendências futuras nos padrões PoE

As tendências futuras nos padrões Power over Ethernet (PoE) indicam um avanço contínuo em direção ao aumento do fornecimento de energia e da eficiência. Uma dessas tendências é o desenvolvimento do padrão IEEE 802.3bt, também conhecido como 4PPoE (4-Pair Power over Ethernet), que oferece potencial para fornecer até 90W de potência, quase dobrando a capacidade do padrão 802.3at anterior. Este avanço permite a alimentação de dispositivos que consomem mais energia, como laptops, sinalização digital e pontos de acesso sem fio de alto desempenho.

Além disso, há uma ênfase crescente no desenvolvimento de tecnologias de “Ethernet Verde” que reduzam o consumo de energia através da optimização da utilização de energia com base na procura real dos dispositivos conectados. Esses avanços não só melhoram a eficiência energética, mas também contribuem para a sustentabilidade ambiental.

Além disso, a ascensão da tecnologia da Internet das Coisas (IoT) também está influenciando o futuro do PoE. À medida que mais dispositivos se conectam através da IoT, há uma necessidade crescente de padrões PoE que possam suportar uma gama maior de dispositivos com requisitos de energia variados. Consequentemente, espera-se que soluções PoE adaptáveis e escaláveis sejam um foco significativo no futuro.

Estas tendências sugerem um futuro promissor e dinâmico para os padrões PoE, caracterizado por um melhor fornecimento de energia, maior eficiência energética e suporte mais amplo a dispositivos.

Aplicações de vários padrões PoE

Os padrões Power over Ethernet (PoE) encontram amplas aplicações em vários setores e indústrias. O padrão 802.3af, também conhecido como PoE, é comumente usado para alimentar telefones IP, pontos de acesso sem fio e câmeras de segurança, facilitando a comunicação em rede e as operações de vigilância. O padrão 802.3at ou PoE+ fornece fornecimento de energia aprimorado, tornando-o ideal para alimentar dispositivos de rede avançados, como câmeras pan-tilt-zoom (PTZ) e pontos de acesso sem fio de alto desempenho. O recentemente introduzido padrão 802.3bt ou 4PPoE, com sua capacidade de energia significativamente aumentada, suporta dispositivos que consomem muita energia, como laptops, sinalização digital e sistemas avançados de vigilância. Além disso, com a proliferação da IoT, os padrões PoE estão a ser cada vez mais utilizados para alimentar um amplo espectro de dispositivos conectados, incluindo iluminação inteligente, controladores HVAC e vários sensores, permitindo assim soluções de edifícios inteligentes mais eficientes e integradas. À medida que a tecnologia PoE continua a evoluir, as suas aplicações deverão tornar-se ainda mais diversificadas e impactantes.

Gerenciamento de energia em PoE

Gerenciamento de energia em PoE
Gerenciamento de energia em PoE
fonte da imagem: https://www.digikey.cz/

Equipamento de fonte de energia (PSE)

O Power Sourcing Equipment (PSE) é um componente crítico em uma configuração Power over Ethernet (PoE). Os PSEs são responsáveis por fornecer energia aos dispositivos alimentados (PDs) por meio de cabos Ethernet. Eles vêm em dois tipos: endspan e midspan. Dispositivos Endspan, como switches habilitados para PoE, incorporam PoE no próprio switch de dados, eliminando a necessidade de fiação adicional. Por outro lado, dispositivos midspan, como injetores PoE, são adicionados a uma configuração de rede existente, injetando energia no sinal de dados sem interferir nos dados em si. Isso os torna uma solução econômica para aprimorar redes sem substituir os switches existentes. Os PSEs também têm a função essencial de detectar e classificar os PDs conectados para garantir que atendam aos padrões PoE necessários antes do fornecimento de energia, evitando assim possíveis danos a dispositivos não PoE. Em última análise, a escolha do PSE dependeria dos requisitos e restrições específicos da configuração da rede.

Orçamento de energia em PoE

O orçamento de energia é um aspecto crucial do projeto e gerenciamento do sistema PoE. Isto envolve calcular o requisito total de energia de todos os dispositivos alimentados (PDs) em uma rede, incluindo quaisquer adições futuras, para garantir que o equipamento de fornecimento de energia (PSE) possa suportá-los adequadamente. É importante levar em conta a perda de energia nos cabos Ethernet, pois a energia diminui com o aumento do comprimento do cabo. O orçamento cuidadoso de energia evita a sobrecarga do sistema e reduz o risco de falha do dispositivo ou desempenho abaixo do ideal.

Maximizando o fornecimento de energia em PoE

Maximizar o fornecimento de energia em uma configuração PoE envolve escolhas estratégicas na seleção de PSE e design de rede eficiente. PSEs de alta potência, como switches PoE++, fornecem maiores orçamentos de energia e podem suportar uma gama mais ampla de PDs. O uso de cabos Ethernet de alta qualidade e compatíveis com os padrões também pode minimizar a perda de energia e aumentar o fornecimento de energia. Além disso, manter os comprimentos dos cabos tão curtos quanto possível ajuda a preservar a energia.

Distribuição e eficiência de energia

A distribuição eficiente de energia em uma configuração PoE garante o desempenho ideal do sistema e reduz o desperdício de energia. Isto pode ser conseguido através da alocação inteligente de energia com base nas necessidades específicas de cada PD e priorizando dispositivos essenciais durante períodos de escassez de energia. Alguns PSEs avançados estão equipados com recursos de gerenciamento de energia que permitem a alocação dinâmica de energia, garantindo que os recursos de energia sejam usados da forma mais eficiente possível. Isto não só aumenta a fiabilidade e longevidade da rede, mas também contribui para a conservação de energia e poupança de custos.

Desafios e soluções em gerenciamento de energia para PoE

O gerenciamento de sistemas PoE traz seu próprio conjunto de desafios. Por exemplo, os cabos Ethernet padrão têm um comprimento máximo de 100 metros, o que pode limitar a implantação de PDs. Além disso, à medida que os níveis de potência aumentam, a dissipação de calor torna-se uma grande preocupação. O superaquecimento pode degradar o desempenho e a vida útil do cabo e, em casos extremos, constituir risco de incêndio.

Várias soluções foram concebidas para enfrentar esses desafios. No que diz respeito ao comprimento limitado do cabo, os administradores de rede podem usar extensores PoE para expandir o alcance dos cabos Ethernet além dos 100 metros padrão. Para combater o acúmulo de calor, é crucial escolher cabos Ethernet de alta qualidade e compatíveis com os padrões, projetados para lidar com níveis de energia maiores. Alguns cabos avançados incorporam recursos de design inovadores para melhorar a dissipação de calor. Além disso, práticas adequadas de gerenciamento de cabos, como evitar feixes de cabos apertados e garantir uma boa ventilação ao redor dos cabos, podem ajudar a manter as temperaturas sob controle. Ao enfrentar eficazmente estes desafios, a tecnologia PoE pode proporcionar uma distribuição de energia fiável e eficiente, facilitando a implementação de uma vasta gama de dispositivos de rede.

Aplicações e casos de uso de PoE

Aplicações e casos de uso de PoE

PoE em sistemas de vigilância e segurança

Power over Ethernet (PoE) revolucionou os sistemas de vigilância e segurança ao oferecer uma solução simples, mas eficiente, para fornecimento de energia e transmissão de dados. As câmeras IP, que são essenciais nas configurações de segurança modernas, se beneficiam muito da tecnologia PoE. Com PoE, estes dispositivos podem ser instalados em áreas onde uma fonte de energia tradicional pode não estar prontamente disponível, expandindo assim a cobertura de vigilância. A tecnologia elimina a necessidade de cabos de alimentação e de dados separados, reduzindo o tempo, a complexidade e o custo da instalação. Além disso, o PoE permite o gerenciamento centralizado de energia, facilitando a manutenção do sistema e aumentando a confiabilidade. No caso de uma queda de energia, uma única fonte de alimentação ininterrupta (UPS) pode ser utilizada para manter todos os dispositivos alimentados por PoE operacionais, garantindo vigilância ininterrupta. Assim, o PoE tornou-se parte integrante da infraestrutura de segurança moderna, aumentando a flexibilidade, a confiabilidade e a economia.

PoE em pontos de acesso sem fio

A tecnologia Power over Ethernet (PoE) desempenha um papel significativo na proliferação de pontos de acesso sem fio (WAPs). Ao aproveitar o PoE, os WAPs podem ser instalados em locais ideais, muitas vezes no alto de paredes ou tetos, sem a restrição da proximidade de uma fonte de energia. Isso oferece melhor cobertura e desempenho de rede. Além disso, o cabeamento simplificado reduz os custos e o tempo de instalação, tornando o PoE a escolha preferida para redes sem fio.

PoE em comunicação VoIP

Os telefones VoIP são outra área onde a adoção do PoE proporcionou benefícios tangíveis. O PoE elimina a necessidade de um adaptador de energia separado para cada telefone, simplificando significativamente o processo de instalação. Também permite soluções centralizadas de backup de energia, mantendo as linhas de comunicação mesmo durante quedas de energia, um fator crucial para empresas que dependem de comunicação constante.

PoE em dispositivos IoT e edifícios inteligentes

Com o advento da Internet das Coisas (IoT) e dos edifícios inteligentes, o PoE encontrou um novo caminho de aplicações. Dispositivos IoT, como sensores, luzes inteligentes e sistemas HVAC inteligentes, geralmente exigem conexão de energia e de dados. O PoE pode fornecer ambos através de um único cabo, facilitando instalações mais fáceis e flexíveis. Além disso, os edifícios inteligentes baseados em PoE podem centralizar a gestão de energia, melhorando a eficiência energética e reduzindo os custos operacionais.

Integrando PoE em várias soluções de rede

No mundo das soluções de rede, a integração do PoE levou a uma mudança significativa. Desde câmeras IP e pontos de acesso sem fio até telefones VoIP e dispositivos IoT, o PoE provou ser uma solução versátil, simplificando a instalação, reduzindo custos e fornecendo fornecimento de energia e transmissão de dados confiáveis. A capacidade de agilizar o fornecimento de energia e dados em vários dispositivos torna o PoE um componente essencial no projeto e na implantação de soluções de rede modernas.

Referências

  1. Chandra, S. (2018). Power over Ethernet: Conceitos e Dispositivos. Jornal de Sistemas e Gestão de Telecomunicações.
  2. Roberts, P. (2016). As vantagens do Power over Ethernet em sistemas VoIP. TechCrunch.
  3. Patel, H. (2020). Papel do PoE em IoT e edifícios inteligentes. Jornal IEEE Internet das Coisas.
  4. Thompson, G. (2019). Integrando PoE em soluções de rede: uma virada de jogo. Computação em Rede.
  5. O'Connell, T. (2017). Os benefícios do Power over Ethernet para edifícios inteligentes. Mundo da Automação.
  6. Jones, A. (2020). PoE e IoT: o par perfeito para casas e edifícios inteligentes. Revista Elektronik Praxis.

Perguntas frequentes (FAQ)

Perguntas frequentes (FAQ)

P: Quais são os diferentes tipos de padrões Power over Ethernet (PoE)?

R: Existem quatro tipos principais de padrões PoE: Tipo 1, Tipo 2, Tipo 3 e Tipo 4. Cada tipo define o nível máximo de energia que pode ser fornecido por meio de um cabo Ethernet para dispositivos energizados.

P: O que é um switch PoE?

R: Um switch PoE é um switch de rede capaz de fornecer energia a dispositivos habilitados para PoE através do cabo Ethernet, além de transmitir dados.

P: O que é PoE Tipo 3?

R: O PoE Tipo 3, também conhecido como 802.3at, pode fornecer até 30 W de energia por porta, tornando-o adequado para uma gama mais ampla de aplicações e dispositivos que exigem maior potência.

P: Quais são as aplicações típicas de Power over Ethernet (PoE)?

R: PoE é comumente usado em aplicações como câmeras IP, telefones VoIP, pontos de acesso sem fio e dispositivos IoT, onde oferece a conveniência de fornecer energia e dados por meio de um único cabo Ethernet.

P: O que é um injetor e divisor PoE?

R: Um injetor PoE é um dispositivo que adiciona capacidade PoE a um switch de rede não PoE, permitindo fornecer energia a dispositivos habilitados para PoE. Um divisor PoE, por outro lado, separa a energia e os dados do cabo Ethernet para fornecer energia a dispositivos não PoE.

P: O que é PoE Tipo 1?

R: PoE Tipo 1, ou 802.3af, pode fornecer até 15,4 W de energia por porta, adequado para dispositivos com requisitos de energia mais baixos, como telefones IP e pontos de acesso.

P: Como o Power over Ethernet (PoE) fornece energia aos dispositivos?

R: O PoE fornece energia elétrica aos dispositivos através do mesmo cabo Ethernet usado para transmissão de dados, eliminando a necessidade de tomadas de energia CA separadas para os dispositivos conectados.

P: Quais são as capacidades de transmissão de energia e dados do PoE?

R: Os padrões PoE permitem a transmissão simultânea de dados e energia através do cabo Ethernet, permitindo que os dispositivos se conectem à rede sem exigir capacidade PoE própria.

P: O que é PoE Tipo 2?

R: PoE tipo 2, ou 802.3at, oferece a capacidade de fornecer até 30 W de energia por porta, adequado para dispositivos com requisitos de energia mais elevados, como câmeras pan-tilt-zoom (PTZ) e pontos de acesso com vários rádios.

P: Quais são os níveis máximos de potência e velocidade suportados pelos padrões PoE existentes?

R: Os padrões PoE existentes têm capacidade máxima de fornecimento de energia de 30 W e Gigabit Ethernet é compatível com transmissão de dados, fornecendo uma conexão de rede confiável e de alta velocidade.

Facebook
Twitter
Reddit
LinkedIn
Produtos da AscentOptics
Publicado recentemente
Entre em contato com a AscentOptics
Demonstração do formulário de contato
Role para cima