Tipos de fibra multimodo: OM1 vs OM2 vs OM3 vs OM4 vs OM5

Tipos de fibra multimodo: OM1 vs OM2 vs OM3 vs OM4 vs OM5
Tipos de fibra multimodo: OM1 vs OM2 vs OM3 vs OM4 vs OM5

Introdução

No âmbito das instalações de rede de alta velocidade, a seleção do tipo de fibra é um ponto de decisão crítico, com cada um oferecendo capacidades e limitações exclusivas. Este artigo tem como objetivo fornecer uma comparação abrangente entre diferentes tipos de fibras multimodo – OM1, OM2, OM3, OM4 e OM5. Com uma infinidade de opções para escolher, compreender as diferenças fundamentais e as aplicações específicas para as quais cada tipo é mais adequado pode parecer complicado. Em particular, a fibra OM3, devido às suas características distintas, será um ponto focal da nossa discussão. Ao longo deste artigo, esclareceremos essas complexidades, equipando você com o conhecimento necessário para fazer uma seleção informada para suas necessidades de instalação de rede.

O que é fibra multimodo?

A fibra multimodo é um tipo de fibra óptica usada principalmente para comunicação em distâncias curtas, como dentro de um edifício ou campus. Ao contrário das fibras monomodo, que suportam apenas um modo de propagação, as fibras multimodo podem propagar vários modos ou caminhos de luz simultaneamente, daí o seu nome.

Características distintivas da fibra multimodo

Diferentes das fibras monomodo, as fibras multimodo têm um diâmetro de núcleo maior, normalmente em torno de 50 ou 62,5 micrômetros, o que permite a propagação de vários modos de luz e limita o comprimento máximo de um link de transmissão devido à dispersão modal. As características específicas, como velocidade e distância de transmissão, variam entre os diferentes tipos de fibras multimodo. Por exemplo, a fibra OM3, um tipo de fibra multimodo otimizada para equipamentos baseados em laser, proporciona um aumento significativo na largura de banda, permitindo comprimentos de link mais longos e velocidades mais altas, tornando-a uma escolha popular para instalações de rede de alta velocidade.

Fibra OM1

A fibra OM1, caracterizada por um diâmetro de núcleo/revestimento de 62,5/125 µm, foi projetada para equipamentos baseados em LED. Com uma velocidade máxima de 1 Gbit/s, tem um alcance limitado de apenas cerca de 275 metros a esta velocidade, tornando-o adequado principalmente para redes pequenas.

Especificações e desempenho da fibra OM1

A fibra OM1 oferece 200/500 MHz.km de largura de banda de lançamento sobrecarregado (OFL) em 850/1300 nm. Apesar de sua largura de banda limitada, é econômico e amplamente utilizado em aplicações de curta distância, como em edifícios ou campi.

Fibra OM2

A fibra OM2, que possui um diâmetro de núcleo/revestimento menor de 50/125 µm, também foi projetada para funcionar com fontes de LED. Ele pode suportar velocidades de até 1 Gbit/s com alcance de até 550 metros, tornando-o mais flexível que o OM1.

Especificações e desempenho da fibra OM2

A fibra OM2 tem uma largura de banda OFL de 500/500 MHz.km a 850/1300nm. Oferece melhor desempenho que o OM1, especialmente em distâncias maiores, devido à sua maior largura de banda.

Fibra OM3

A fibra OM3 é uma versão melhorada da fibra multimodo otimizada para equipamentos baseados em laser. Seu diâmetro de núcleo/revestimento de 50/125 µm permite uma transmissão de sinal mais eficiente.

Especificações e desempenho da fibra OM3

A fibra OM3 oferece uma impressionante largura de banda modal efetiva (EMB) de 2.000 MHz.km, permitindo comprimentos de link mais longos e taxas de transmissão de dados mais altas. Isso o torna ideal para aplicações de 10 Gbit/s em distâncias de até 300 metros.

Fibra OM4

A fibra OM4, assim como a OM3, é otimizada para laser. No entanto, oferece desempenho ainda superior, com alcance máximo de cerca de 550 metros a 10 Gbit/s.

Especificações e desempenho da fibra OM4

A fibra OM4 possui um EMB de 4700 MHz.km a 850 nm. Esse aumento significativo na largura de banda permite links de 10 Gbit/s em distâncias maiores, tornando-o uma escolha popular para redes e data centers maiores.

Fibra OM5

A fibra OM5, a iteração mais recente, foi projetada para suportar multiplexação por divisão de comprimento de onda curto (SWDM). Isso significa que ele pode transmitir simultaneamente vários sinais pela mesma fibra em diferentes comprimentos de onda.

Especificações e desempenho da fibra OM5

A fibra OM5 oferece um EMB de 4.700 MHz.km a 850 nm e suporta SWDM, que permite o envio de vários sinais por meio de uma única fibra. Isto aumenta significativamente a capacidade geral da rede, tornando a fibra OM5 adequada para aplicações de alta velocidade e alto volume, como em data centers.

Diferenças entre OM1, OM2, OM3, OM4 e OM5

Claro, vamos mergulhar nas diferenças entre os cabos de fibra óptica OM1, OM2, OM3, OM4 e OM5 em termos de largura de banda de modo, distância e velocidade, bem como compatibilidade de aplicativos.

1. Largura de banda do modo:

  • OM1: Tem um tamanho de núcleo de 62,5 micrômetros e oferece uma largura de banda modal de 200 MHz-km a 850 nm.
  • OM2: Com um núcleo menor de 50 micrômetros, o OM2 fornece uma largura de banda modal aumentada de 500 MHz-km a 850 nm.
  • OM3: OM3 também tem um tamanho de núcleo de 50 micrômetros, mas oferece uma largura de banda modal significativamente maior de 2.000 MHz-km a 850 nm, tornando-o adequado para transmissões de alta velocidade.
  • OM4: Assim como o OM3, o OM4 tem um núcleo de 50 micrômetros, mas sua largura de banda modal é ainda maior, atingindo 4.700 MHz-km a 850 nm.
  • OM5: A mais nova adição à família, OM5, combina OM3 e OM4 com um tamanho de núcleo de 50 micrômetros e oferece uma largura de banda modal de 4700 MHz-km em 850nm e 953nm. Esta capacidade de comprimento de onda duplo diferencia o OM5 de seus antecessores.

2. Distância e velocidade:

  • OM1 e OM2: Adequado para aplicações de distância relativamente curta, o OM1 e o OM2 podem suportar Gigabit Ethernet em comprimentos de até 275m e 550m, respectivamente.
  • OM3: OM3 suporta Ethernet de 10 Gigabit em comprimentos de até 300 m, proporcionando um avanço significativo em relação ao OM1 e OM2.
  • OM4: OM4 pode suportar Ethernet de 10 Gigabit em comprimentos de até 550 m, quase dobrando a capacidade do OM3.
  • OM5: OM5 suporta SWDM (Short Wavelength Division Multiplexing), que permite maiores velocidades e distâncias. Ele pode suportar Ethernet de 40 Gigabit e 100 Gigabit em comprimentos de até 150m e 100m, respectivamente.

3. Compatibilidade de aplicativos:

  • OM1 e OM2: Estas são amplamente consideradas classes legadas, usadas em sistemas que não exigem altas taxas de dados.
  • OM3 e OM4: Essas classes são normalmente usadas em data centers e redes de área de armazenamento (SANs), onde são necessárias taxas de dados mais altas.
  • OM5: Sendo a versão mais recente, o OM5 foi projetado para suportar aplicações emergentes como SWDM, tornando-o uma solução preparada para o futuro para ambientes de alta velocidade e alta largura de banda.

Concluindo, embora todos esses tipos de cabos de fibra óptica multimodo tenham seu lugar, a escolha entre eles depende dos requisitos específicos da sua aplicação, incluindo as taxas de dados necessárias, distâncias de transmissão e considerações sobre proteção futura.

Tipo de fibraTamanho do núcleo (micrômetros)Largura de banda modal em 850 nm (MHz-km)Largura de banda modal em 953 nm (MHz-km)Distância máxima para Gigabit EthernetDistância máxima para Ethernet de 10 GigabitDistância máxima para Ethernet 40/100 GigabitUso típico
OM162.5200N / DAté 275mN / DN / DSistemas legados
OM250500N / DAté 550mN / DN / DSistemas legados
OM3502000N / DN / DAté 300mN / DCentros de dados, SANs
OM4504700N / DN / DAté 550mN / DCentros de dados, SANs
OM55047004700N / DN / DAté 150m (40G), Até 100m (100G)Ambientes de alta velocidade e alta largura de banda

Conectores de fibra multimodo: introdução aos conectores de fibra

Os conectores de fibra desempenham um papel vital no acoplamento e alinhamento dos núcleos de fibra para permitir que os sinais de luz passem de um dispositivo conectado para outro. São um componente essencial nas redes de fibra óptica, atuando como principal ponto de contato óptico. Seu design e estrutura podem impactar significativamente o desempenho, a confiabilidade e a longevidade do sistema de fibra óptica.

Tipos de conectores de fibra multimodo

Existem vários tipos de conectores de fibra multimodo, cada um com características e aplicações distintas:

  1. Conector LC: O LC (Lucent Connector) é uma escolha comum para uso em aplicações recentes de alta densidade. Seu formato pequeno o torna ideal para sistemas de rede densamente povoados, como data centers.
  2. Conector SC: O SC (Conector de Assinante) é um conector robusto, econômico e com excelente desempenho. É amplamente utilizado em ambientes de rede que necessitam de transmissão de dados em alta velocidade.
  3. Conector ST: O conector ST (Straight Tip) foi um dos primeiros conectores a ser amplamente implementado em sistemas de redes de fibra óptica. É conhecido por sua confiabilidade e facilidade de inserção/remoção.
  4. Conector MTP/MPO: O conector MTP/MPO (Multifiber Termination Push-on/Pull-off) foi projetado para aplicações de alta densidade, suportando múltiplas fibras em um único conector, tornando-o ideal para conexões multifibra como OM3 e OM4.

Selecionar o conector de fibra multimodo correto é uma etapa fundamental para garantir o sucesso da instalação da sua rede, contribuindo para a eficiência, o desempenho e os recursos à prova de futuro do sistema geral.

Diferenças de fibra monomodo e multimodo

Ambos os tipos de fibras transportam sinais de comunicação, mas o fazem de maneiras diferentes e cada uma tem suas próprias aplicações, vantagens e desvantagens.

Vamos detalhar essas diferenças em uma tabela comparativa para facilitar o entendimento:

RecursoFibra MonomodoFibra Multimodo
Diâmetro do núcleo8 a 10 micrômetros50 a 62,5 micrômetros
Modo de propagaçãoCaminho único de luz conhecido como modoVários caminhos (modos) de luz
Largura de bandaAlta capacidade de largura de bandaMenor capacidade de largura de banda em comparação ao modo único
DistânciaAdequado para transmissão de longa distância (até 100 km)Adequado para transmissão de curta distância (até 2 km)
CustoMais caro devido à precisão exigida na produçãoMenos caro
Fonte de luzUsa luz laserUsa luz LED

Fibra Monomodo (SMF) foi projetado para transportar apenas um único raio de luz (modo). Essa falta de interferência pode permitir que ele transporte sinais em velocidades muito mais altas por distâncias mais longas. Os SMFs são normalmente usados em conexões de rede de longa distância, como aquelas usadas por provedores de serviços de Internet, redes de TV a cabo e campi universitários.

Por outro lado, Fibra Multimodo (MMF) foi projetado para transportar vários raios de luz (modos) simultaneamente. Cada modo reflete na parede da fibra, criando vários caminhos para o sinal. Esse design permite que os MMFs transportem um grande volume de dados em distâncias curtas, tornando-os ideais para aplicações de dados e áudio/visuais em redes locais (LANs), redes de área de armazenamento (SANs) e dentro de data centers.

Lembre-se de que selecionar o tipo de fibra correto para sua aplicação é crucial. Não se trata apenas de custo, mas também de atender aos requisitos de largura de banda e distância do seu projeto de rede específico.

Conclusão

Concluindo, quando se trata de selecionar a fibra multimodo correta para a instalação de sua rede, é fundamental compreender as diferenças e aplicações de cada tipo. A fibra OM3 e outras fibras multimodo oferecem vantagens exclusivas projetadas para atender a diversos requisitos de largura de banda e distância. Embora o custo seja um fator importante, priorizar os requisitos específicos de projeto de rede garantirá que você escolha a fibra mais eficiente e capaz para suas necessidades. Lembre-se de que uma decisão bem informada hoje ajudará a preparar sua rede para os avanços tecnológicos de amanhã.

 

perguntas frequentes

P: Quais são os diferentes tipos de fibra multimodo?

R: Os diferentes tipos de fibra multimodo são OM1, OM2, OM3, OM4 e OM5.

P: Qual é a diferença entre fibra multimodo OM1, OM2, OM3, OM4 e OM5?

R: A principal diferença entre esses tipos de fibra multimodo é sua largura de banda e capacidade de distância. OM1 tem uma largura de banda de 200 MHz/km, OM2 tem uma largura de banda de 500 MHz/km, OM3 tem uma largura de banda de 2.000 MHz/km, OM4 tem uma largura de banda de 4.700 MHz/km e OM5 tem uma largura de banda de 28.000 MHz/km. .

P: A fibra multimodo OM5 pode ser usada com fibra multimodo OM3 ou OM4?

R: Sim, a fibra multimodo OM5 é compatível com a fibra multimodo OM3 e OM4. Eles podem ser usados juntos na mesma rede.

P: O que é fibra multimodo OM5?

R: A fibra multimodo OM5 é o mais novo tipo de fibra multimodo. Ele foi projetado para suportar multiplexação por divisão de comprimento de onda curto (SWDM) e aplicações multimodo tradicionais. Possui uma especificação de fibra multimodo de banda larga (WBMMF) que suporta vários comprimentos de onda em uma única fibra.

P: Qual é a diferença entre fibra multimodo e fibra monomodo?

R: A principal diferença entre fibra multimodo e fibra monomodo é a forma como a luz viaja através da fibra. A fibra multimodo permite que vários modos de luz viajem através do núcleo da fibra, enquanto a fibra monomodo permite apenas que um único modo de luz viaje através do núcleo. Isso resulta em diferentes capacidades de largura de banda e distância.

P: As fibras multimodo OM2 e OM3 são compatíveis entre si?

R: Sim, as fibras multimodo OM2 e OM3 são compatíveis entre si. Eles podem ser usados juntos na mesma rede.

P: A fibra multimodo OM4 é compatível com a fibra multimodo OM3?

R: Sim, a fibra multimodo OM4 é totalmente compatível com versões anteriores da fibra multimodo OM3. Você pode usar fibra OM4 com fibra OM3 sem problemas.

P: Qual é a cor da jaqueta da fibra multimodo OM5?

R: A capa da fibra multimodo OM5 é geralmente de cor verde limão.

P: Posso usar um patch cord de fibra OM3 com uma fibra multimodo OM4?

R: Sim, você pode usar um patch cord de fibra OM3 com uma fibra multimodo OM4. Eles são compatíveis entre si e podem ser usados de forma intercambiável.

P: Qual fonte de luz é comumente usada com fibra multimodo?

R: A fibra multimodo é comumente usada com fontes de luz LED (diodo emissor de luz). As fontes de luz LED são econômicas e têm uma vida útil mais longa em comparação com as fontes de luz laser.

Facebook
Twitter
Reddit
LinkedIn
Produtos da AscentOptics
Publicado recentemente
Entre em contato com a AscentOptics
Demonstração do formulário de contato
Role para cima